Aller à la page d'accueil. | Aller au contenu. | Aller à la navigation |

 
Acções do Documento

O 24 º Capítulo Geral

4 juillet 2012

O Instituto das Oblatas do Coração de Jesus começou o seu 24 Capítulo Geral em Trzebinia perto de Cracóvia na Polónia dia 4 de Julho de 2012 com um retiro espiritual animado pelo Padre Pierre Depelchin, Jesuíta belga. O trabalho do Capítulo continuará até o 26 de julho num espírito de busca constante da unidade da abertura aos chamamentos da Igreja e do mundo de hoje.

Na terça-feira, dia 10 de Julho acolhemos com alegria as Oblatas Filiadas de França e de Portugal que se juntam a nós para o capítulo antes da celebração das vésperas.

Quarta-Feira, dia 11, na companhia do Padre Depelchin, Jesuíta, acompanhador do retiro (amigo da Comunidade de Charleroi, na Bélgica), somos convidadas a uma peregrinação ao Santuário de Czestochowa, muito apreciado. A Comunidade de Czestochowa acolhe-nos calorosamente para uma refeição e um tempo de partilha com as 4 irmãs idosas da comunidade. Para as capitulantes, regresso ao Centro dos Salvatorianos em Trzebinia O Padre é convidado pelas irmãs da comunidade de Tyniec para um tempo de descanso e de descoberta de Cracóvia.
Às 19H00 reunião na sala capitular para apresentações e um tempo de oração.
É anunciado o programa para o dia seguinte.

Quinta-Feira, dia 12, às 9h00: abertura oficial do Capítulo em presença da Irmã Júlia e Eliane de Montebello, Canonista e Moderadora do Capítulo. Cada capitulante entrega a sua carta de convocação à Ir. Júlia e exprime o que a habita no início deste Capítulo. O abandono na confiança, a alegria, o desejo de unidade e a disponibilidade ao Espírito Santo é ressentido. A eleição das escrutinadoras, das secretárias, membros da coordenação e das comunicações exteriores segue a abertura oficial do capítulo. A moderadora faz proceder à leitura do procedimento e à sua aprovação.
A tarde é consagrada à leitura do relatório da Superiora Geral.

Sexta-Feira, dia 13. Após a abertura da sessão das 9hoo e a aprovação do processo verbal da véspera, partilhamos as apresentações dos países onde estamos implantadas: a África, o Brasil. A Polónia, a França e a Bélgica, Portugal e depois a América.
No final da tarde, trocamos, na alegria , pequenas lembranças vindas de cada país.

Sábado, dia 14 de Julho, partilhámos algumas notícias, a leitura para aprovação do processo verbal da véspera. A Ir. Eliane convida-nos a entrar num tempo de trabalho de criação a partir do relato da Superiora Geral, da apresentação dos países e de uma parte do documento preparatório.
À tarde, entramos pois neste trabalho em grupos inter ramos (Religiosas, Seculares e Filiadas) a fim de determinar três pontos importantes dos documentos.
À noite, a Igreja paroquial situada `entrada do Centro Salvatoriano que nos acolhe, convida-nos a participar na procissão mensal em honra de Nossa Senhora de Fátima. Sentimos um grande fervor dos numerosos participantes.

Domingo, dia 15, a partilha dos trabalhos de grupo faz sobressair como tema prioritário a Consulta, as estruturas de governo. Partilhámos sobre alguns pontos. À tarde, efectuamos um trabalho por ramos sobre a Consulta seguido de uma partilha na sala capitular.

Segunda Feira, dia 16 de Julho, depois de lembrar algumas regras de modificação do Livro de Vida, necessitando a autorização de Roma, somos convidaas afazer um novo trabalho por ramos.

Terça-Feira, dia 17 de Julho: Na sessão das 9h00 acolhemos calorosamente a Ir. Teresa (RDC) atrasada por um problema de visto, que chegou de Paris durante a noite. Somos convidados a nos apresentar a Teresa. Ela entrega oficialmente a sua carta de convocação e exprime a sua alegria de estar finalmente entre nós.
Um tempo de discernimento é reservado às capitulantes que têm um direito de voto para a eleição da Superiora Geral.
Os outros membros do capítulo visitam Cracóvia. Pela manhã: visita ao santuário memorial de João Paulo II, ainda em construção e do Santuários da Divina Misericórdia.
A comunidade de Tyniec acolhe-os calorosamente para o almoço e um tempo de partilha fraterna. À tarde, visita do castelo de Wavel e da sua Catedral, da cidade antiga.
 

<< Voltar à lista